Periodontia

O que é?

A periodontia é uma especialidade odontológica responsável pela prevenção e tratamento das doenças que acometem os tecidos de sustentação e proteção dos dentes (tratamento da gengiva e do osso).

As Doenças Periodontais, gengivite e periodontite são as principais infecções causadoras da perda de dentes em adultos e é causada pela higiene bucal inadequada. A sua prevenção pode ser feita unicamente removendo a placa bacteriana através de limpeza bucal doméstica com fio dental e escova, mais limpezas periódicas feitas pelo dentista.

SINTOMAS

O sinal mais característico da Doença Periodontal é o sangramento, mas devemos estar atentos também para: alterações na posição dos dentes, mobilidade, retrações gengivais, retenções de alimento, inchaço etc.

Tipo de Periodontite

  • Crônica: a mais comum nos adultos, surge da “evolução” da gengivite que não foi tratada e sua principal característica é a perca do osso alveolar. Ela possui dois tipos, a generalizada, que mais de 30% dos dentes, e a localizada, que afeta apenas uma região (menos que 30%). Sua gravidade é avaliada por um grau de progressão de 1 a 5. 
  • Agressiva: é a mais rara e mais presente em adolescentes e jovens adultos, sendo mais rápida em sua progressão. 
  • Ulcerativa Necrosante: possui ação rápida e compromete o osso e ligamento alveolar. Se deriva de bactérias que se encontram presentes em casos de consumo de bebida alcoólica frequente, fumo e portadores de HIV. 
  • Apical Aguda: afeta diretamente o osso alveolar, tendo como desencadeador traumas, como acidentes, e tratamentos dentários feitos de maneira inadequada. 
  • Juvenil: Na maioria das vezes geneticamente hereditária e como principal característica não há inflamação gengival, com baixa presença de placa bacteriana e tártaro. 

RISCOS

A Doença Periodontal pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares, impactar no metabolismo (diabetes), gerar complicações na gravidez (fator de risco para o nascimento prematuro).

Gengivoplastia: O que é? Como é a recuperação? Descubra!

A gengivoplastia é uma cirurgia que alinha a gengiva com os lábios e os dentes, por meio da remoção do tecido gengival que está em excesso, deixando um aspecto muito mais bonito para o sorriso. Então é feito um corte na gengiva que corrige o contorno e a proporção da mesma.

Geralmente a gengivoplastia faz muita diferença no sorriso e consequentemente na autoestima do paciente, proporcionando uma maior qualidade de vida.

Gengivoplastia x gengivectomia

Existe também a gengivectomia, que é realizada para corrigir problemas relacionados a bolsas periodontais, provenientes de uma periodontite. A gengivoplastia corrige problemas como o sorriso gengival, que é um sorriso onde a gengiva aparece muito.

A cirurgia:

A cirurgia é feita por meio de um bisturi ou laser, dependendo do profissional. Quando a gengiva é muito pequena e pretende-se aumenta-la, a cirurgia é um pouco mais complicada, pois precisa de enxerto de tecido, geralmente retirado do céu da boca (palato). Também é mais complexo quando a gengiva é muito grande, e precisa-se reposicionar o osso. 

Recuperação 

É uma cirurgia rápida, sem muitas complicações. O paciente deve ficar em repouso por um dia, mas é preciso evitar fazer atividades físicas e muito esforço por um tempo recomendado pelo dentista.

Periodontite: Sintomas, causas, tratamento e prevenção!

A periodontite é uma inflamação que acontece nos ligamentos e osso que dão sustentação aos dentes.

A periodontite é a segunda fase da doença periodontal, a primeira é a gengivite. É preciso ir ao dentista a qualquer sinal da doença, 

para evitar que ela evolua para a periodontite.

Sintomas

Os sintomas da periodontite são:

  • Dentes moles;
  • Retração da gengiva;
  • Gengivas vermelhas e inchadas;
  • Gengivas que sangram;
  • Mau hálito;

Causas

As maiores causas são a má higienização dos dentes e da boca.A periodontite acontece com o acúmulo da placa bacteriana, que pode ser 

retirada com a escovação e o uso do fio dental.

Tratamento

O tratamento consiste na retirada da placa bacteriana e a limpeza dos dentes, além disso o dentista irá ensinar a maneira correta

de se escovar os dentes e passar o  fio dental. Algumas vezes pode haver a necessidade de se realizar uma cirurgia para retirada da placa

em bolsos muito profundos, e pode necessário extrair alguns dentes para que a inflamação não se espalhe.

Prevenção

Para prevenir a periodontite é preciso escovar os dentes corretamente, no mínimo 3 vezes ao dia, e passar o fio dental. E ir ao dentista regularmente, para saber se tudo está correndo bem na sua boca.

VOCÊ SABIA? a saúde bucal pode estar diretamente ligada à problemas no coração!

Pois é! a saúde bucal esta diretamente ligada à doenças cardiovasculares! Mas como? A boca e o coração estão tão distantes, qual seria a conexão dos dois? Você verá agora!

Qual a relação entre a saúde bucal e os problemas cardiovasculares?

Pesquisas indicam que a periodontite pode estar diretamente associada ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Quando há uma periodontite as bactérias presentes no tecido periodontal entram em contato com o sangue, percorrendo-o e causando efeitos no sistema cardiovascular. 

As bactérias que causam a periodontite podem causar o aumento na espessura da parede dos vasos sanguíneos, inflamações à áreas lesionadas do coração e aumento do nível de proteína C reativa, podendo causar ao paciente problemas como a aterosclerose, doença arterial coronariana  e o AVC.

Quem tem mais chances de adquirir estes problemas?

As pessoas com periodontite ou gengivite em níveis mais avançados correm o risco de desenvolver doenças cardiovasculares por conta da saúde bucal precária e destas doenças crônicas (gengivite e periodontite), principalmente quando não são tratadas. Mesmo que o paciente não tenha (aparentemente) inflamação na gengiva as placas acumuladas podem causar a periodontite.

Como prevenir?

%imagem-1%

O melhor meio de prevenção contra a gengivite e a periodontite, e consequentemente contra as doenças cardiovasculares pelas bactérias destas doenças, é uma boa higiene bucal e a visita regular ao dentista para a realização dos exames. Lembrando sempre de escovar os dentes pelo menos 3 vezes ao dia e de usar o fio dental!

Quer saber mais sobre periodontite e gengivite? Leia nossa matéria sobre isto clicando AQUI.