Para começar, vamos desvendar o significado da sigla PRF

Fibrina Rica em Plaquetas (fragmentos de uma célula encontrada na medula óssea que exercem um importante papel na coagulação sanguínea).

A cicatrização é um processo natural do corpo em resposta a alguma lesão. Quando há perda de sangue durante alguma lesão, é necessário que ocorra primeiro a coagulação do sangue para que esse processo se inicie.

A PRF é desenvolvida para funcionar como material estimulador, bioativo que ajuda a regular a inflamação e aumentar a velocidade do processo de cicatrização.

Os avanços ao longo dos anos permitiram sua aplicação nos consultórios e constitui hoje uma grande contribuição nas cirurgias orais.

Como é desenvolvida a PRF?

O processo de preparação se dá a partir de uma amostra de sangue do próprio paciente, que é submetida a um procedimento específico de centrifugação (separação) ao qual resulta uma membrana de fibrina, rica em leucócitos e fatores de crescimento com capacidade de estimulação de crescimento ósseo e de tecidos moles.

Como o material é retirado do próprio paciente, o risco de rejeição ou infecções é praticamente eliminado e ainda induz o processo de cicatrização natural com muito mais rapidez.

 Qual a aplicação da PRF na Implantodontia?

A PRF é usada na reabilitação cirúrgica pré-implantares, nas cirurgias para a colocação de implantes, regeneração óssea e processos de cicatrização, proteção da membrana de redução do edema e dor pós-operatória.

Quais são as vantagens dessa técnica nos implantes dentários?

  •         Sua preparação é uma técnica eficiente que usa a centrifugação em um único passo e acessível na própria clínica que trabalhe com um especialista em Implantes dentários.
  •          É obtida por uma amostra mínima do sangue do próprio paciente.
  •          O risco de risco de reação imunológica é mínimo, já que o sangue é do próprio paciente.
  •          Estrutura de fibrina natural com fatores de crescimento que estimulam a regeneração dos tecidos de forma eficaz.
  •          Pode ser utilizado unicamente ou então em combinação com enxertos ósseos, dependendo da finalidade.

É importante informar que o sucesso desta técnica depende inteiramente do intervalo de tempo entre a coleta de sangue e sua transferência para centrifugação.

Se você quiser saber mais sobre a PRF, entre em contato com o nosso especialista em implantes, Dr. Daves Sebastiany.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *