Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares

O que é Ortodontia / Ortopedia Funcional dos Maxilares?


Ortodontia / Ortopedia é o ramo da odontologia especializado no diagnóstico, prevenção e tratamento das irregularidades dentais e faciais. O termo técnico para estes problemas é “Má Oclusão”, que significa uma relação de contato incorreta entre os dentes superiores e inferiores. Essas especialidades visam harmonia entre dentes, lábios e ossos maxilares levando a um equilíbrio facial adequado.

Qual a diferença entre Ortodontia / Ortopedia?

Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares são duas especialidades utilizadas para lidar com problemas de mau posicionamento dentário. Embora ambas pareçam muito semelhantes e utilizem aparelhos dentários para a correção da arcada, as especialidades apresentam diferenças essenciais no que diz respeito a fundamentação e conceituação.

A ortodontia é uma especialidade formalmente reconhecida como aquela que estuda, diagnostica e trata problemas de crescimento, desenvolvimento e amadurecimento da mordida, face e arcos dentários. De forma simplificada, a ortodontia se concentra na utilização de aparelhos fixos e ativos, que aplicam força externa para movimentar os dentes ou alterar a forma do maxilar.

Por outro lado, a Ortopedia Funcional acredita nas forças naturais produzidas por todo o sistema corporal. O aparelho utilizado nesta técnica é geralmente removível e exerce uma força passiva e de pequena intensidade, que apenas estimula os nervos sensoriais da boca de modo que o próprio sistema responda com a remodelação das estruturas ósseas e musculares.

De modo geral, aparelhos de ortopedia funcional são mais utilizados em crianças. Como ainda haverá crescimento ósseo, os estímulos gerados podem influenciar o desenvolvimento correto do sistema bucofacial. A ortodontia pode ser aplicada a todas as faixas etárias, desde que haja saúde bucal – isto é, sem cáries ou lesões na boca.

Quais os tipos de Ortodontia?

Podemos classificar em 3 tipos de ortodontia:

  1. A Ortodontia preventiva;
  2. Ortodontia Interceptativa;
  3. Ortodontia corretiva. 

Ortodontia Preventiva

O tratamento da ortodontia preventiva o quanto mais cedo começar o tratamento é melhor. A idade adequada para iniciar o tratamento a partir dos 3 anos de idade aproximadamente. A prevenção é melhor tratamento. Podendo facilitar o tratamento ou ate mesmo evitar o uso de aparelho ortodôntico. Assim tendo o melhor controle de crescimento e deixando com o sorriso mais harmônico com a idade correspondente.

Ortodontia Interceptativa

A ortodontia interceptativa pode estar relacionado com a ortodontia preventiva. Pode ser com o uso de aparelho moveis que podem ajudar a remover alguns hábitos bucais. Ou ate mesmo melhorar e intervir no crescimento e melhorar algum tipo de mordidas como a mordida aberta, mordida cruzada e mordida profunda. A idade para intervir nessa má formação seria no pico de crescimento, que seria na dentição mista dos 7 anos aos 12 anos.

Ortodontia Corretiva

A ortodontia corretiva é feita em pacientes com a dentição permanente. A idade media é de 12 a 13 anos. As meninas um pouco mais cedo e os meninos mais tarde. A ortodontia corretiva tem função de alinhar e nivelar os dentes em relação a base do osso. O tempo media do tratamento em torno de 2 anos, depende de cada caso.

O correto é fazer uma avalição com o Ortodontista Especializado.

Para fazer o planejamento do tratamento o ortodontista necessita de alguns exames complementares, A documentação ortodôntica que tem fotos extra oral , fotos intra oral, raio x, como panorâmica e teleradiografia e um modelo de gesso para fazer estudos.



Galeria