Dr Daves Sebastiany

Dr. Daves Sebastiany (CRO 15.354)

Especialista em Implantodontia .

Especialista em Cirurgia Plástica Gengival .

Especializando em Prótese Dentária.

Especializando em Dentística.

O Dr. Daves Sebastiany especialista em implantes é graduado na universidade PUC-PR, formado em 2003 natural de Foz do Iguaçu, além de ser membro da Associação Brasileira de Saúde. Seu pai, Francisco Sebastiany, foi pioneiro em Foz do Iguaçu na área de odontologia, sendo essa uma das maneiras que o Dr. Daves encontrou de se sentir mais perto de seu pai. Desde 2003 o Dr. Daves segue se dedicando exclusivamente a devolver belos sorrisos aos seus pacientes, sempre em busca de cursos para seu aperfeiçoamento na área, entre eles:

 Pôs graduações

Imersão Maxilas Atróficas – Zigomático
All-On-4 Zygoma Clinical Residence
Residência clínica em Implantes Dentários em Mandíbula Posterior Atrófica, Lateralização do Nervo Alveolar
Maxila Atróficas – Zigomáticos – Ilapeo
Intensivo em Bichectomia
Imersão em Engenharia Tecidual Inteligente com uso de Concentrados Sanguíneos com Habilitação em Venopunção.
Avançadas em Engenharia Tecidual Inteligente com uso de Concentrado Sanguíneos.
Técnico em Prótese Dentária
Sedação Consciente com Óxido Nitroso
Estética Adesiva
Resolução Cirúrgica de Dentes Inclusos
Imersão em Lentes de Contato Dentárias – Sidney Kina.
DSD (Digital Smile Design)
Excelência em Ortodontia
Ortodontia e Ortopedia Funcional dos Maxilares
Intensivo em Toxina Botulínica e Biomateriais Preenchedores – Avançado – Ilapeo.

 

Estágios

Estagiário Pronto Socorro Odontológico do Hospital Cajuru por 2 anos.

Estagiário Cirurgia Buco Maxilo Facial por 2 anos na Puc-Pr .

 

Credenciamentos  

Credenciamento Invisalign 

Credenciamento Snap on Smile 

 

 

Implante de Carga Imediata – Tratamento revolucionário da ciência odontológica

Implante de Carga Imediata

Implante de carga imediata – Saiba o que é

O implante de carga imediata é um tratamento revolucionário da ciência odontológica, que permite que o paciente tenha dentes novos em até 72 horas.

Os avanços nessa área da odontologia permite que quem perdeu um, ou vários dentes possa, após uma rigorosa avaliação do profissional, fixar coroas ou ponte logo após a inserção do parafuso de titânio no osso. As próteses de carga imediata são provisórias e devem ser trocadas pelas definitivas após alguns meses, mas permitem que o paciente saia do consultório já em condição de se alimentar melhor e sorrir com mais confiança no mesmo dia da cirurgia.

O procedimento

O procedimento de carga imediata é semelhante ao implante tradicional.

Após uma avaliação detalhada de cada caso e de radiografias computadorizadas, é possível ver quais próteses melhor se adaptarão em relação ao tamanho, cor dos dentes, formato e outros aspectos que interferem na funcionalidade e estética do resultado final.

A cirurgia é feita na própria clínica odontológica, é realizada com anestesia local e o tempo é variável de acordo com cada caso. 

Dependendo do caso inclusive, é possível aplicar o implante na arcada superior e inferior no mesmo dia.

O paciente entra na clínica pela manhã e sai após algumas horas com os dentes fixos.

Candidatos ao implante de carga imediata

Por ser muito mais rápida que o implante tradicional, a carga imediata tornou-se a preferida pelos pacientes nas clínicas odontológicas. 

Após uma avaliação pelo cirurgião dentista sobre o tipo ósseo, tamanhos e composição dos dentes, pessoas que têm bons hábitos e uma boa saúde bucal e geral,  certamente terão muito sucesso com este tipo de implante.

Entretanto, nem todos os casos cirúrgicos são suscetíveis à essa técnica.

Pessoas que têm diabetes descontrolada, algum problema de circulação ou cicatrização de tecidos, certamente não serão candidatos à carga imediata.

Além disso, existem maus hábitos como o tabagismo e uso de bebidas alcoólicas que também inviabilizam o tratamento de carga imediata.

Vantagens do tratamento

Dentes fixos no mesmo dia.

Cirurgia única; menos visitas ao dentista.

Estética melhorada imediatamente.

Melhora na fonética (fala).

Estabilidade dos tecidos gengivais.

Melhora na higienização bucal que fica mais simplificada.

Extração e colocação do dente fixo simultaneamente, diminuindo a reabsorção óssea 

Diminuição da reabsorção do processo alveolar.

Contornos das próteses são mais naturais.

Aplicação imediata das próteses fixas de transição.

Recuperação imediata da função mastigatória.

Auto estima e bem estar elevados.

Custo do procedimento

O valor do procedimento de implante de carga imediata é variável de acordo com o número de próteses provisórias que serão utilizadas e o número de implantes que serão colocados.

Mas como já dito, cada caso deve ser avaliado individualmente.

Para saber quais os custos exatos do tratamento de carga imediata, no seu caso em particular, entre em contato conosco e agende sua avaliação.

Mas o mais importante você já sabe: 

É possível sair com um sorriso perfeito no mesmo dia resgatando imediatamente sua confiança e autoestima!

Implante Dentário

O que é? e o que é necessário?

A implantodontia é um ramo da odontologia que tem como objetivo anexar implantes onde há a falta de dentes, proporcionando um sorriso mais bonito e até mesmo a melhora da autoestima. Os implantes são pinos de titânio fixados nos ossos maxilares ou mandibulares, oferecendo suporte à coroa artificial, fazendo a função da raiz do dente.

O procedimento é feito com o uso de anestesia local e é um procedimento consideravelmente rápido e indolor.

Para que o pino atue como a raiz dentária é preciso que este seja incorporado pelo tecido ósseo, e para que isso ocorra é necessário ter qualidade e quantidade de tecido ósseo suficiente para realizar o implante. Caso o paciente não possua essas características se torna necessário a realização do enxerto de osso.

E o que é o Enxerto Ósseo?

É um procedimento que visa o aumento da altura ou/e espessura do osso no local onde será colocado o implante. Existem alguns tipos de enxertos, entre eles:

Enxerto Autógeno, onde o tecido ósseo é retirado do próprio paciente, normalmente algumas regiões da mandíbula podem fornecer este tecido ósseo que é extraído por meio de cirurgia.

Enxerto Alógeno, onde a matriz óssea tem origem animal e pode ser usada misturada ao tecido ósseo autógeno coletado ou até mesmo isoladamente. Esse tipo de enxerto promove uma integração e substituição por um osso novo que permite a reabilitação com implantes.

Para casos de enxerto Alógeno a Prime Sorriso utiliza a marca Geistlich Bio-Oss, que é o substituto ósseo líder usado em odontologia no mundo inteiro, conduzindo uma regeneração óssea eficiente, previsível e conserva o volume do osso a longo prazo.

A vantagem de se ter um enxerto alógeno é que não é necessário submeter o paciente a mais um processo cirúrgico, em contraposto, a vantagem do enxerto autógeno é que este é o melhor material para recomposição de perdas ósseas, apesar da grande eficiência da Bio-Oss.


Tipos de Implantes

Utilizamos dois tipos de conexões (implantes), o Hexágono Externo e o Cone Morse, os dois com excelentes levantamentos, porém, por qual optar?

  • Hexágono Externo

O Hexágono Externo tem um maior número de possibilidades, com 12 opções de encaixe do componente protético sobre o implante, o que facilita em casos onde são unidos múltiplos dentes a serem instalados, tornando-se o mais usado para este caso em todo mundo. Este deve ter suas plataformas em posição supra óssea pois precisa estar livre para receber o componente protético.

  • Cone Morse

Este, faz uma ótima vedação no tráfego bacteriano permitindo melhor saúde periodontal e deve ser colocado em nível intraósseo. Neste tipo de conexão há redução nos pontos de tensão e uma maior capacidade de suportar forças horizontais, além de sua facilidade de encaixe e alta resistência mecânica.

Por qual optar?

Concluindo, o Hexágono Externo é indicado para casos onde há a implantação de múltiplos dentes, enquanto o Cone Morse é indicado principalmente em áreas estéticas e promove um selamento biológico mais interessante, aparecendo muito em casos de implantes imediatos.


Tipos de Pinos

Pino de fibra de vidro

Os pinos à base de fibra de vidro possuem inúmeras vantagens, que são garantidas a você, paciente da clínica, citaremos algumas:

• A estrutura de seu núcleo, que possui fibras longitudinais ao seu eixo, permite todas as reintervenções precisas sem a menor dificuldade;

• Suas fibras encontram-se dentro de uma matriz resinosas dispostas separadamente, o que garante a sua alta resistência à fratura em condições fisiológicas normais;

• A translucidez de pinos de fibra de vidro translúcidos pode trazer para a melhor qualidade estética da restauração;

• A resistência à fratura dos pinos em fibra é aumentada devido à disposição longitudinal das fibras;

• Possui resistência e longevidade à restauração dos dentes tratados endodonticamente;

• Os pinos em fibra quando submetidos a uma força são capazes de absorver o impacto sem levar esse stress para a estrutura dental.

• É anticorrosivo;

• Não fraturam as raízes pois antes disso ocorrer eles mesmos fraturam para a preservação do dente.

Pino de núcleo metálico

Os pinos metálicos fundidos são os mais tradicionalmente utilizados no processo de restauração de dentes tratados endodonticamente com ampla destruição coronal. Sua vantagem é que não há necessidade de preenchimento posterior, já que a porção coronal é confeccionada no laboratório em dimensões preestabelecidas. 

Entretanto, apresentam a desvantagem de sua cor ser prateada ou dourada, podendo prejudicar a estética. Outro fator é que o número de sessões necessárias para sua confecção é maior, quando comparado com o tempo utilizado com um pino de fibra de vidro.

Comparações e Indicações:

Existem algumas indicações habituais para o núcleo metálico fundido, como a mudança de ângulo raiz/coroa, como quando a coroa necessita se harmonizar posicionalmente com outros dentes, em canais excessivamente cônicos ou elípticos, onde os pinos de fibra de vidro não se adaptam às paredes e necessitariam de uma camada de cimento mais espessa e quando há dentes com destruição coronária total, onde remanesceu praticamente apenas a raiz.

Porém, se não estas indicações específicas não forem feitas, o pino de fibra de vidro proporciona mais vantagens ao paciente.

 

Você usa ou conhece alguém que usa dentadura? Que sofreu com dentista no passado? Que tem medo de sorrir ou de comer por causa da prótese móvel?

Que sofreu com dentista no passado? Alguém que  tem medo de sorrir ou de comer por causa da prótese móvel ou que não tira foto por causa dos dentes pois se sente incomodado com seu sorriso?

Há 50 anos pessoas sofrem com o uso de dentadura

Sim, foi uma odontologia que judiou de uma geração e gerou pessoas com pânico de dentistas. 

Pessoas que se acostumaram a sofrer e se conformaram por não ter dentes.

E parece que com o passar dos anos tudo vai piorando, pois a prótese fica folgada, diminui e, a prótese de 10,15,20,40 anos não serve mais.

Essas pessoas passam por constrangimentos, como por exemplo quando vão a um restaurante, a um almoço de família ou a uma festa.

Sempre precisam escolher qual alimento mastigar, qual sorriso dar, qual foto negar.

Depois de 17 anos atendendo e 5367 pacientes que devolvi o sorriso, sei que dá pra mudar, sei que dá pra resolver, sei que dá pra realizar.

Mas presta atenção no que vou contar agora:

Uma das pessoas que sofreram com essa geração foi minha mãe.

Quando me formei e fui atendê-la, as mãos começaram a suar, o coração a bater mais forte e ela disse:  – Filho estou passando mal.

Aquilo me afetou demais, mas como estava fazendo especialização de implantodontia, chamei um amigo meu, Dr Marco, para fazer uma sedação, um remedinho que chama coragem. 

E foi lindo! Quando terminou, ela olhou dentro dos meus olhos e disse:

“- Filho, faça isso para o máximo de pessoas que conseguir.” E pedido de mãe não dá para negar.

Por isso hoje tenho uma missão:

Viabilizar o tratamento de implantes dentários! 

Seu melhor sorriso para sempre!

E agora você deve estar pensando, mas Dr. Daves, não tenho dinheiro para fazer este tratamento.

Eu sei que não é fácil, mas depois de tanto tempo percebi 3 ações que os  pacientes que achavam que não tinham dinheiro tomaram para conseguir realizar seu tratamento. Vamos lá?

1° Envolveram a família:

Isso é importante para você? 

Muitos pacientes não contam que usam prótese, que estão constrangidas, que sofrem com o uso de uma prótese e como disse o marido da Catarina:

“-Se ela tivesse me dito antes, já teria feito isso.”

Divida o que está passando com sua família, eles irão ajudar.

2° Foco em resolver

As vezes gastamos com coisas que não são importantes. 

Literalmente damos nosso dinheiro para comprar um sorriso momentâneo, mas aqui quero seu melhor sorriso para vida inteira.

Planeje e se organize, nós vamos conseguir.

3° Agendar um horário

Não Julgue que é caro. Não diga: Eu não consigo DR.

Conversando com meus pacientes percebi que muitos nem pensavam em sequer dar este passo. 

Mas foram 6205 dias atendendo e 5027 implantes realizados e o que posso afirmar é:

Quando você agenda, quando você vai, quando você quer de verdade mudar, o mundo conspira a favor!

Eu vi isso, eu sinto isso! Tanto que você chegou até aqui!

Até quando você vai esperar pelo próximo sorriso, pelo próximo almoço de família?

Até quando você vai esperar pelo próximo beijo? (Muita gente ainda quer beijar, kkk)

Entre em contato agora mesmo para conversarmos.

Dr. Daves Sebastiany

WhatsApp: +55 45 99121 3716

Implantes Zigomáticos e Pterigóides – Implantes Dentários

Implantes Zigomáticos e Pterigóides

Sobre implantes dentários 

O implante dentário é uma técnica que consiste na colocação de um pino de titânio nos ossos maxilares (abaixo das gengivas). Esse pino fará a função de segurar dente, como a raiz. Este processo requer, além de técnicas específicas, aprimoramento constante dos profissionais nas práticas para esses procedimentos.

 

Para atuar com sucesso na área de implantodontia, é necessário um conhecimento específico da anatomia dos ossos maxilares, pois é uma das regiões mais difíceis de tratamento devido à proximidade das cavidades nasais e seios maxilares.

 

Os tipos de implantes que falaremos agora, são indicados para pessoas que tem uma baixa quantidade e qualidade óssea na região da maxila. São alternativas seguras e viáveis para a reabilitação orofacial, sem a utilização de enxertos ósseos.

Implantes Zigomáticos

Os implantes zigomáticos permitem compensar a angulação entre o osso zigomático e a maxila. Os pinos de titânio são fixados no osso zigomático (conhecido como maçãs do rosto). Indicado para pacientes que não tem mais osso na maxila e que não querem fazer enxertos .

Implantes Pterigóides

Os implantes pterigóides são indicados para pessoas  que tiveram a perda de um ou mais dentes e devido à falta de reabilitação em tempo, houve muita perda óssea na região do maxilar ao longo dos anos. Os pinos de titânio são fixados na região posterior da maxila e são maiores dos que os pinos usados em outros tipos de implantes e só podem ser feitos no maxilar superior.

O objetivo do deste tipo de implante é reabilitar pacientes com perdas ósseas devido à traumatismos, tumores ou mesmo defeitos congênitos.

Este tipo de implante só pode ser feito na parte superior da boca e é realizado com anestesia geral, podendo o paciente ser liberado após 3 a 4 horas após o efeito da sedação.

Vantagens destas técnicas:

  • O tempo de cirurgia é significativamente reduzido

  • As taxas de sucesso com implantes zigomáticos e pterigóides são superiores quando comparados  às técnicas de enxerto ósseo. 

  • Os gastos monetários são significativamente menores

  • A necessidade de internação hospitalar é mínima.

Enfim, os implantes zigomáticos e pterigóides são amplamente recomendados para pacientes que tiveram perda óssea considerável, pois são a melhor alternativa para a reabilitação orofacial.

Em breve falaremos mais detalhadamente sobre esses e outros tipos de implantes dentários. 

Até breve!

Implantodontia: O que é? Quais são os tipos de implante dentário? Descubra!

Implantodontia é uma especialidade da odontologia que utiliza de técnicas para implantar dentes perdidos. Esse procedimento é feito com um parafuso de titânio que substitui a raiz do dente, podem ser feitos implantes de um ou mais dentes, que dão suporte a coroas, próteses fixas ou removíveis.

Existem vários de tipo de implantes dentários e próteses para implante, o dentista irá te explicar qual das opções é a melhor para o seu caso.

Tipos de implantes

Implante dentário unitário

É quando um implanteacomoda apenas uma prótese, é indicada para pacientes que tenham perdido poucos dentes. É possível colocar todos os dentes com esse método, mas demoraria mais.

Implante dentário com prótese overdenture

É uma prótese removível, onde o dentista coloca entre dois a seis pinos para a fixação de uma prótese grande, é como uma dentadura fixa que pode ser removida com o auxílio de botões de pressão, facilitando a higienização. É recomendada para pacientes que já usam dentadura.

Implante dentário com prótese protocolo

É muito parecido com o overdenture, porém tem mais estabilidade. Não é removível, então necessita de uma higienização especial e detalhada, existem alguns aparelho para auxiliar nessa limpeza.

Implante dois por três

Também conhecido como ponte, é uma prótese fixa, que é colocada em dois dentes saudáveis que estão ao lado do dente que está faltando. É recomendado para pessoas que perderam os dentes da frente, pois a prótese terá todos os dentes iguais. Esse implante deve ser bem ajustado, se não poderá se acumular alimentos em baixo da prótese, o que causa muitos problemas.

Implantodontia: Saúde e Estética – Para pessoas à partir de 18 anos de idade.

Saiba o que é implantodontia 

É uma área da odontologia especializada em um conjunto de técnicas que visa a reabilitação oral de pacientes que perderam um ou mais dentes, através de implante ósseo integrado.

Essa especialidade surgiu, inicialmente, com o objetivo de substituir as próteses dentárias parciais (PPR Roach) ou totais (dentaduras) em pessoas idosas mas foi evoluindo desde então, afinal a perda de dentes pode afetar inclusive pessoas mais jovens.

Atualmente, pessoas a partir de 18 anos ( idade em que a estrutura óssea do paciente já está formada) também já podem se submeter ao procedimento.

Como consequência do avanço nessa especialidade, hoje também é possível fazer implantes na arcada dentária inferior e na superior.

Para cada caso existirá um tipo de intervenção adequado. São tipos de implantes dentários, principalmente:

    • Unitário

    • Com prótese overdenture

    • Com prótese protocolo

    • Dois por três

A implantodontia é uma técnica muito procurada, desde que os avanços tecnológicos dessa especialidade permitiram que os resultados fossem cada vez mais naturais e com procedimentos menos invasivos.

É um procedimento totalmente seguro, porém deve ser executado apenas por profissionais especializados que irão, inclusive, avaliar qual a melhor opção para seu caso, garantindo em primeiro lugar a sua saúde bucal, além de um excelente resultado estético.

Indicações ao tratamento de implantodontia

Para entender a necessidade de fazer implantes dentários, primeiro é importante saber que a implantodontia vai muito além da estética.

Todos sabemos que um belo sorriso é capaz de trazer alegria à nós mesmos e às pessoas ao nosso redor. Por isso é tão importante cuidar de nossa saúde bucal.

Mas por vezes, mesmo com todos os cuidados diários com nossos dentes, existem fatores que podem levar a perda de um ou mais dentes, e acarretar sérios problemas à nossa saúde.

Entre as principais causas de perdas dentárias podemos citar:

    • Periodontite. Essa é a principal causa de perda de dentes.

    • Excesso de açúcar

    • Substâncias químicas

    • Doenças e acidentes

    • Dificuldade de acesso a tratamentos

    • Hábito de fumar

    • Falta de atendimento odontológico profissional

    • Uso dos dentes como ferramentas para abrir tampas, quebrar nozes e soltar nós

    • Bruxismo

    • Problemas de saúde, como diabetes e artrite reumatoide

    • Idade avançada

    • Histórico familiar

Em todos esses casos e também para os casos em que a perda dentária ocorreu por falta de higienização adequada, é igualmente recomendado a implantodontia.

Problemas que ocorrem quando não há reposição do(s) dente(s) perdido(s)

A implantodontia busca restaurar, em primeiro lugar, as funções mastigatórias e fonéticas dos pacientes além, de certo a função estética do sorriso.

Quando há perda de um ou mais dentes, consequentemente a função da mastigação fica comprometida, pois os dentes são responsáveis pela trituração dos alimentos, para que no processo de digestão todos os nutrientes dos alimentos sejam absorvidos da maneira correta pelo nosso organismo. 

Além disso, quando há espaços entre os dentes, seja por perda dental como por problemas ortodônticos, a conversação do paciente fica comprometida e como resultado, a fonética (sons produzidos pela fala humana) fica inadequada.

Também é importante ressaltar que a falta de dentes, seja por qual motivo for, causa constrangimentos às pessoas ao sorrirem. 

Como é executado o procedimento de implantes

É recomendado que o implante seja feito o mais rápido possível porque a raiz dos dentes servem como apoio para a estrutura óssea e quando um dente é perdido, logo esse apoio deixa de existir podendo causar perda óssea.

Durante o procedimento é implantado um parafuso de metal titânio que funcionará como substituto para a raiz natural do dente. Em casos onde a raiz já foi extraída anteriormente, às vezes é necessário fazer enxerto ósseo. Isso dependerá da avaliação do profissional.

O procedimento é feito de forma rápida e segura, após todas as etapas pré-operatórias terem sido cumpridas.

É utilizado anestesia local ou sedação parcial com o fim de,  apesar do incômodo, o paciente de fato não sentir dor. 

Após a cirurgia, existe um período de cicatrização do implante, que varia certamente de acordo com cada caso, podendo a prótese provisória enfim ser ou não colocada no mesmo dia, visto que deve estar de acordo com a avaliação do implantodontista.

Durante o período de cicatrização, normalmente podem ocorrer pequenos inchaços, desconforto ou alguma dor incômoda que pode ser resolvida com medicação prescrita pelo seu dentista.

Recomenda-se portanto, repouso de 4 a 5 dias para atividades mais pesadas e também alimentação pastosa que evite contudo a mastigação.

A cicatrização, ou osseointegração, demora em média quatro meses e após então, inicia-se o processo de moldagem para enfim, a colocação da prótese definitiva. 

Contra indicações

Principalmente aos pacientes que não seguem rigorosamente o tratamento de algumas doenças, como citaremos abaixo, o implante dentário não é recomendado.

    • Diabetes

    • Tabagismo

    • Tuberculose

    • Doenças do sistema nervoso central

    • Hipertonia dos músculos da mastigação

    • Hipertensão

    • Doenças do coração

    • Estomatite

    • Doenças da cavidade oral

É indispensável a avaliação de um dentista de confiança, uma vez que o paciente apresente gengivite, inflamação no tecido bucal, má higienização bucal ou cáries, é necessário que faça tratamento para eliminar estes problemas antes de iniciar os procedimentos de implante. 

Implantodontia X Plano de Saúde

Para finalizar, vale ressaltar que, apesar de todos os benefícios à saúde oferecido pela implantodontia, essa técnica ainda é vista pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) apenas como um procedimento estético e não aceito no rol de procedimentos obrigatórios que os planos de saúde devem cobrir.

Essas informações foram úteis para você ou para alguém que você conhece?

Siga então nosso blog que traremos sempre novos assuntos sobre saúde bucal para você!